Landi – Patrimônio Mundial na Feira do Livro

O Prof. Flávio Nassar anda espalhando a mensagem aos quatro ventos: Landi Patrimônio Mundial. Não perde uma oportunidade. Seja no Facebook, seja na mesa de um bar, Nassar faz questão de levar ao público as ações realizadas pelo Fórum Landi.

Ontem, Nassar participou da mesa “Urbanidade e Tecnobrega”, no próprio Fórum, que está sediando outro Fórum, o Eletronika. Participaram DJ Maluquinho, Rubens Alves, Vladimir Cunha e Marcos Maderito.

“Se acharmos que fazemos a melhor música do mundo, ficamos embriagados com essa visão e não damos atenção aos problemas reais. Mas é necessário admitir que a criatividade que faltou a nossas elites pra reinventar Belém, sobrou na periferia pra reinventar sua realidade. De todo modo, nossa visão de cidade desejável é por melhores condições urbanas, não dá pra moralmente se aceitar a pobreza, apesar dessa criatividade”, defendeu Nassar, que aceitou substituir de última hora o urbanista Paulo Cal.

Hoje, Nassar irá mediar o painel “Influência dos Italianos na arquitetura do Pará”, às 16h45, na XV Feira Pan-Amazônica do Livro. Debaterão Profª Elna Trindade (Landi), Jussara Derenji (Filinto Santoro), Ana Léa Nassar Matos (As influências italianas na arquitetura de José Sidrim), e o próprio Flávio, aproveitando a deixa para falar sobre a campanha e as respectivas estratégias do Projeto Landi – Patrimônio Mundial.

Quem não puder ir, pode ver sua apresentação aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: